sábado, 21 de abril de 2012

Clipe Pensando Em Você


Parem tudo o que estão fazendo agora!
   O tão aguardado clipe de Pensando em Você já está no youtube, e foi lançado ontem(20/04/12) à meia-noite no facebook do próprio Zhen! O que estão esperando para ver o clipe um milhão de vezes, dar um like, e deixarem seus comentários??

domingo, 8 de abril de 2012

Clipe "Pensando Em Você"

PARA TUDO !!!!!
           Pessoal, o clipe de "Pensando em você" está pronto! E quem contou, foi o próprio Zhen em seu twitter!
          Segundo ele, até o final desta semana, o clipe estará disponível em seu canal, no youtube. E nós, lógico, vamos lotá-lo de acessos! Quem tá junto nessa??



domingo, 26 de fevereiro de 2012

Bastidores da gravação do videoclipe Pensando Em Você-Parte 1

  


      Neste sábado, dia 25/02/2012, Zhen gravou parte de seu primeiro videoclipe. A música gravada foi "Pensando em Você". Nossa equipe esteve lá e tirou fotos exclusivas dos bastidores!! Vejam:




 


Bem, agora é aguardar para ver o resultado final, mas posso adiantar que está ficando P-E-R-F-E-I-T-O!!! Vocês vão adorar!
Fotos: Letícia Nacife Gomes

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Entrevista Super Canal


 
    Confira aqui a entrevista dada por Zhen ao Super Canal Notícias no dia 14/02/2012


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Festa no Brasil (Vergonha Nacional)



Pessoal, essa música foi composta pelo Zhen, como todas as outras do CD. Mas ela merece um destaque, pois é uma crítica feita ao governo brasileiro! Espero que curtam!


Festa no Brasil (Vergonha Nacional) Zhen


Fui convidado pra uma festa diferente
Festa interessante, de gente esquisita
Qualquer coisa a gente chama a polícia

Me dá uma carona, o lugar fica distante
Acho que ainda não rodei o bastante
Pra entender do que se trata a política

Sempre em frente, rumo ao Planalto Central
Depois não liga pra manchete do jornal:

Festa no Brasil, e a nação ta a mil
Festa no Brasil, ninguém sabe, ninguém viu
Hoje tem... hoje tem...

E pra onde vai o dinheiro do imposto?
Se a gente sabe, a gente despista
Qualquer otário serve como isca

Sempre em frente, rumo ao Planalto Central
Depois não liga pra manchete do jornal:

Festa no Brasil, e a nação ta a mil
Festa no Brasil, ninguém sabe, ninguém viu
Ninguém sabe, ninguém viu
Ninguém sabe, ninguém viu
Vergonha Nacional !
Festa no Brasil ( vergonha nacional, vergonha nacional )
Festa no Brasil ( vergonha nacional, vergonha nacional )

Biografia

        Luiz Henrique Nacife Gomes, o Zhen, nasceu em 09 de dezembro de 1993, em Caratinga, Minas Gerais, e sempre teve a música como algo importante em sua vida. Coincidência ou não, quando tinha menos de 1 ano de idade, sua mãe o levou, ainda no colo, à uma loja infantil para que pudesse lhe dar seu primeiro brinquedo. Sem saber qual escolheria, ela pediu que dentre todos os brinquedos da loja, ele apontasse para algum. E lhe daria aquele que ele escolhesse. Claro que Zhen não tinha consciência do que estava acontecendo, porém, o fato curioso é que apontou para uma guitarra vermelha, com uma espécie de teclado embutido, a qual se tornaria seu primeiro brinquedo.
      "O Rock entrou definitivamente na minha vida quando eu tinha uns 12 anos. Me lembro que até então nunca havia sequer encostado em um violão ou uma guitarra de verdade. Em um trabalho de escola, minha professora de português havia pedido que cada um trouxesse algo que julgasse interessante, e fizesse algum tipo de apresentação com aquilo que escolhesse. Não sei de onde surgiu essa ideia ( não sei mesmo, afinal ninguém da minha família tocava qualquer instrumento) , mas resolvi trazer um violão para a escola. O detalhe é que eu não sabia tocar e muito menos tinha algum.
      Meus pais achavam que eu havia enlouquecido, mas me deu uma vontade repentina de fazer aquilo. Entrei na aula de violão com o objetivo inicial de aprender a tocar ( e cantar) alguma música para a apresentação que ocorreria dali a uma semana. Todos, inclusive minha professora, disseram que eu não conseguiria aprender a tempo. Eles estavam enganados. Usei todo o dinheiro que eu tinha conseguido até então ( uns 200 reais ), pois ninguém queria me dar um violão, e comprei-o: um Giannini preto, com o qual passava a maior parte do meu tempo até o dia da apresentação. E lá estava eu, tocando e cantando pra toda a classe, como se aquilo fosse um troféu pra mim (claro que não saiu lá aquelas coisas, mas foi o suficiente para arrancar alguns elogios e começar a gostar de cantar e tocar) . Skank ,Jota Quest e Capital eram as bandas que mais me influenciavam na época. Hoje ainda são, porém com uma vastidão de outras bandas, tanto da Música Nacional quanto da Internacional.
     Passei a estudar música durante algum tempo, e sempre que podia, fazia alguns shows em bares e restaurantes locais, quase todas as vezes sem receber nada por isso. Me lembro de um concurso de jovens talentos que havia em uma cidade perto, e eu decidi participar. Todos os candidatos eram mais velhos e mais experientes que eu( na época eu tinha 14 anos). Deve que haviam umas 60 pessoas competindo.  Consegui o 2° lugar, por uma diferença mínima de pontos. Aos poucos, fui evoluindo e ganhando espaço, tocando em festas de rádios e TVs, confraternizações ,casas de shows, até que surgiu a ideia de começar a compor. Isso, igual à vontade de tocar violão, veio do nada.
Alguma Vez foi a primeira de uma série delas. Embora eu já tivesse algumas letras, nunca imaginei que elas pudessem se tornar as melodias que são hoje. As pessoas sempre me perguntam como eu faço para compor. Na verdade, as palavras parecem surgir do nada, parece que as frases já chegam prontas na minha cabeça, e depois só é preciso organizá-las. Após juntar 14 outras músicas, como Pensando em você, Ficou na memória, Viva Johnny, Desculpa, entre tantas outras, surgiu a oportunidade de gravar meu primeiro disco autoral, com 15 faixas inéditas.
Claro que isso só foi possível graças ao apoio que sempre me deram, seja da minha família, que sempre me apoiou, ou das pessoas que viram e apoiaram o projeto. Meu sonho é poder fazer coisas boas através da música, para que elas fiquem guardadas eternamente na mente das pessoas, e juntos, fazermos história. Sei que há um longo caminho a percorrer, mas é preciso nunca desistir. O importante é acreditar. EU ACREDITO, E VOCÊ?"